Warning: The magic method MchGdbcBasePublicPlugin::__wakeup() must have public visibility in /home/u336404192/domains/lorensonline.com.br/public_html/wp-content/plugins/goodbye-captcha/includes/plugin/MchGdbcBasePublicPlugin.php on line 44
Quantos tipos de plástico existem? Quais são os principais?

O plástico é um dos materiais mais úteis e presentes em nossas rotinas. Ele é a base para o desenvolvimento dos mais diversos produtos, incluindo brinquedos, embalagens, peças para maquinário e, inclusive, os nossos suportes. Mas nem todo plástico é igual. Como você já deve ter percebido, existem tipos de plástico distintos — cada um com as propriedades necessárias para fabricar os produtos dos quais eles são base.

Neste texto, a Lorens fala um pouco mais sobre cada um dos tipos de plástico. Assim, você pode entender de onde vêm muitos dos objetos que tem em casa e ainda saber como funciona a reciclagem de cada um deles.

Descubra!

 

7 tipos de plástico existentes

 

1. PET (Tereftalato de polietileno)

Começamos com um dos mais famosos. O PET é o resultado da reação entre o ácido tereftálico e o etileno glicol, e você o conhece das garrafas de plástico muito utilizadas para refrigerantes. Suas principais características são transparência, impermeabilidade e leveza.

Este tipo se trata de um termoplástico, o que faz dele reciclável. Ainda assim, ele é feito a partir de uma fonte não renovável — o petróleo —, o que faz com que sua reciclagem seja ainda mais importante e indispensável para cuidar do meio ambiente.

 

2. PEAD (Polietileno de alta densidade)

Assim como o anterior, o PEAD também é muito utilizado em produtos do nosso cotidiano, apesar de seu nome não ser tão conhecido quanto o PET. Exemplos que o usam incluem embalagens de detergente, sacolas de supermercado e diversas utilidades domésticas. É com o polietileno que nossos suportes são desenvolvidos.

Ele também é leve e impermeável, e alguns dos outros destaques vão para a resistência química e a baixas temperaturas. Ele também é um termoplástico e reciclável.

Uma vantagem quando comparado ao PET é que ele não precisa ser feito a partir do petróleo; fontes vegetais também podem ser utilizadas.

 

3. PEBD (Polietileno de baixa densidade)

Por também ser uma espécie de polietileno, o PEBD tem características muito similares às do PEAD. Por outro lado, a diferença de densidade faz com que ele seja mais flexível que seu “irmão”.

Você pode encontrá-lo em sacos de lixo e diversos tipos de sacos para o setor industrial. Mais uma vez, estamos falando de um termoplástico que pode (e deve) ser reciclado.

pebd

 

4. PVC (Policloreto de Vinila)

Assim como o primeiro dos tipos de plástico, este tem um nome conhecido: o PVC. Ele segue o exemplo dos já citados e é muito observado em embalagens diversas. No entanto, suas aplicações de destaque são na produção de brinquedos e de tubos e conexões para instalações hidráulicas e elétricas.

Mais da metade da composição do PVC não vem do petróleo, algo que facilita sua reciclagem — o que também é altamente recomendado.

 

5. PP (Polipropileno)

Apesar de serem diferentes, muitos dos tipos de plástico que trouxemos aqui compartilham vários de seus atributos. O polipropileno, por exemplo, é similar ao polietileno — também sendo um termoplástico de fácil reciclagem. A única diferença considerável é o maior ponto de amolecimento.

 

6. PS (Poliestireno)

O último exemplo do grupo dos termoplásticos é o poliestireno. Muito leve, ele tem baixo custo e é conhecido pelo ótimo isolamento térmico, fazendo-o o preferido para copos descartáveis e potes de iogurte e sorvete.

 

7. Outros plásticos

Como você pôde reparar nos tipos de plástico anteriores, todos os exemplos que citamos são termoplásticos e recicláveis. Deixamos o último tópico para falar a respeito dos que não fazem parte deste grupo, também conhecidos como termorrígidos.

A diferença deles é que, em temperaturas elevadas, eles não se fundem; mas sim se decompõem. E é exatamente isso que faz com que a reciclagem seja dificultada. Alguns dos termorrígidos mais usados são PU (poliuretano), EVA (acetato-vinilo de etileno), baquelite e resina fenólica.

 

E você, já conhecia algum dos tipos de plástico que trouxemos? Caso tenha gostado do texto e queira continuar recebendo conteúdo, siga a Lorens no Instagram!